ABDAN, Rosatom, AF Consult e MPE se reúnem no Palácio Guanabara

ABDAN, Rosatom, AF Consult e MPE se reúnem no Palácio Guanabara

O presidente da ABDAN, Celso Cunha e os diretores Sergey Krivolapov, da Rosatom, Orpet Marques, da AF Consult e Paulo Massa, do grupo MPE se reuniram com o secretário estadual da Casa Civil, Christino Áureo, nesta quinta-feira, 18 de outubro, no Palácio Guanabara. O objetivo do encontro foi debater a retomada das obras de Angra 3 e pedir apoio do Governo do Estado para que se empenhe junto à União na resolução da finalização da usina.

De acordo com Celso Cunha, é necessário concluir Angra 3. “A finalização da usina nuclear é a única opção possível, já que seriam necessários R$17 bilhões para concluir a obra e R$12 bilhões seriam gastos caso a obra não seja finalizada. Ainda de acordo com ele, seriam gerados mais de R$4 bilhões de impostos e mais de 9000 empregos diretos e indiretos”, diz ele.


Além da retomada das obras de Angra 3, Celso Cunha também pediu o apoio do governo para três propostas: uma nova legislação em prol do desenvolvimento da indústria nuclear no estado; a taxação para a importação de equipamentos – a ideia é que sejam construídos no Brasil; e a possibilidade do Estado do Rio receber um Centro de Radiação, que seria construído pela Rosatom. A empresa já tem estudos para que o centro seja construído no Paraná. 


O secretário Christino Áureo declarou que apesar de o Estado ter outras questões emergenciais para serem resolvidas, montará uma agenda voltada para os assuntos sobre energia nuclear e levará ao governador o pleito da ABDAN, bem como reforçará com a bancada dos deputados federais pelo Rio de Janeiro a importância do tema.